Faleceu professor aposentado João Carlos Cechella

0

João Carlos Cechella (à esquerda, de casaco marrom) em comemoração com médicos um aniversário de seu transplante. (Foto: Arquivo Pessoal)

Com pesar, a APUSM comunica o falecimento na manhã desta quinta-feira (03) de seu associado, professor aposentado do Centro de Educação Física da UFSM João Carlos Cechella. Ele está sendo velado na capela 02 do Hospital de Caridade e amanhã pela manhã será levado para cremação na cidade de Santa Rosa.
Cechella era o recordista regional de sobrevida pós-transplante – ou seja, tinha o coração transplantado que pulsava há mais tempo no sul do Brasil. A cirurgia foi realizada em 1989, no Instituto de Cardiologia, por uma equipe liderada pelo cirurgião cardiovascular e presidente da instituição Ivo Nesralla. Ele estava com 66 anos.
Formado em Educação Física pela UFSM, Cechella deixa a esposa Leda e os filhos Felipe e Júlia, e dois netos. De acordo com seu irmão Ari Junior, ele enfrentava problemas de saúde e há um mês passava por seções de hemodiálise.
Seu colega de Universidade, o professor Luiz Celso Giacomini, escreveu em rede social: “Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento de meu amido e colega João Carlos Chechela. Quero externar aos familiares e amigos do “Alemão” meus profundos sentimentos. A Educação Física perde um grande professor que atuou como orientador de estágio no CEFD. Descanse em paz!”
A editora da revista Interativa, Silvana Maldaner registrou: “Vai com Deus, guerreiro! És uma lenda para a cirurgia cardíaca do Estado. Em 2007 já foi nosso entrevistado na Revista Interativa como o transplantado cardíaco mais antigo de todo nosso RS. Completou 30 anos de coração transplantado. Um lutador. Deus te abençoe. Vai brilhar em outros pagos e ser referência em outras dimensões, meu querido. Foi uma honra ter te conhecido João Carlos Cechella Cechella. Abraço aos manos Ari Cechella Junior, Claudio Cechella, Marília Cechella.”

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS