Associados são agraciados com prêmio que incentiva o desenvolvimento cultural de Santa Maria

0

No último sábado ocorreu a 1ª Edição do Prêmio Evandro Behr, no Clube Recreativo Dores. A iniciativa busca valorizar a atuação de pessoas e entidades que contribuem para o desenvolvimento cultural de Santa Maria, através do reconhecimento ao mérito de artistas, escritores, produtores e fomentadores culturais.

Doze associados da APUSM foram premiados na ocasião. Entre eles, alguns fundadores de nossa associação. Confira os cliques de Roni Riet: 

Professor e arquiteto Luiz Gonzaga Binato recebeu o prêmio pelo seu trabalho de divulgação do patrimônio histórico. O prêmio foi entregue pela jornalista Ceura Fernandes, que colaborou na seleção de agraciados.
Armindo Tevisan, professor fundador da APUSM, recebeu o prêmio na área de poesia e literatura. Como Armindo reside em Porto Alegre e não teve condições de vir a Santa Maria, seu irmão Máximo Trevisan recebeu a distinção em seu nome. A editora da revista Interativa, Silvana Maldaner, entregou a distinção.
No segmento de culturas étnicas, o ex-reitor da UFSM professor Paulo Jorge Sarkis recebeu o prêmio pelo seu trabalho na divulgação da cultura libanesa em nossa cidade.
A professora Darcila de La Canal Castelan recebeu a distinção na área de educação e integração. Foi reconhecido seu trabalho como educadora. E também as ações desenvolvidas na comunidade do distrito de São Valentim.
Professor Máximo Trevisan também foi destaque no segmento de educação e integração. Foi reconhecido especialmente seu mérito na criação do Fórum das Entidades Culturais de Santa Maria. A premiação foi entregue pelo empresário Júlio Raskin.
No segmento de Artes Visuais, destaque para o artista plástico e professor da UFSM Juan Torres Amoretti. O troféu – criado pelo próprio Amoretti – lhe foi entregue pela empresária presidente da CDL de Sata Maria, Marli Rigo.
Professora Ligia Militz da Costa foi destaque no segmento Herança Cultural. Ela foi a primeira diretora da Biblioteca Pública no prédio construído pelo prefeito Evandro Behr, na avenida Presidente Vargas. Ligia também pertenceu à Associação Santa-mariense de Letras, entidade da qual se originou a atual Academia Santa-mariense de Letras, que foi presidida por Ligia por dois mandatos. O prêmio lhe foi entregue por Iara Druzian, a idealizadora e organizadora do evento.
No segmento da Música, destaque para a homenagem recebida pelo maestro Frederico Richter, fundador da Orquestra Sinfônica. Ele veio de Porto Alegre, onde reside, especialmente para receber a homenagem, que lhe foi entregue pala vice-presidente da APUSM, professora Sirlei Dalla Lana.
O músico João Batista Sartor, regente da Orquestra Sinfônica de Santa Maria, recebeu a distinção na área de Canto e Música. E o reitor da UFSM, professor Paulo Burmann, lhe entregou o troféu.
Ainda no segmento de Artes Visuais, foi premiada a artista plástica Sandra Knacfuss, ex-professora do Centro de Artes e Letras da UFSM. Ela recebeu a distinção da presidente da Casa da Criança com Câncer, Marli Tarragô.
A artista plástica e ex-professora da UFSM Mariza Carpes também foi destaque no segmento de Artes Visuais. Recebeu o prêmio das mãos de Samir Frazzon, presidente do Sinduscon
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS