Falece professor Antonio Motta Flores

0

(Fotos: Arquivo Pessoal/Redes Sociais)

Faleceu na madrugada de ontem o professor aposentado Antonio Motta Flores, aos 72 anos. Ele residia em São Gabriel, mas seu sepultamento foi em Santa Maria, no Cemitério Santa Rita. Motta foi professor do Departamento de Desportos na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Nas redes sociais foi imediata a repercussão de sua morte, pois Motta era
conhecido e admirado por seus colegas, ex-alunos e pelos aficionados das gineteadas,
esporte ao qual ele se dedicou ao longo de sua vida.

Seu amigo Chico Silveira escreveu que “Motta foi um grande grande gaúcho,
lutava muito pela nossa cultura e defendia a gineteada como esporte! Muitos
ensinamentos. Vá em paz, amigo”.

Toni Diaz Girardi escreveu: ”Hoje se foi morar no céu um grande amigo, uma
grande pessoa do bem que tive o prazer de conhecer no mundo das gineteadas,
organizador de vários rodeios, delegado do Brasil em criollas na Argentina. Uma pessoa
amiga dos ginetes!”

Alberto Tessler: “Só posso agradecer por tudo que representastes para todos nós
homens que vivemos e lutamos pela gineteada em nosso estado. (…) E tenho certeza
que no céu teremos grande festa crioula”.

Olga Paz dos Santos também se manifestou dizendo que “hoje foi morar junto a
Deus um amante da gineteada, delegado de Jesús María (do festival nacional de Doma
y Folklore da Argentina) pelo Brasil e organizador de muitos anos as festas de Santa
Maria na Estância do Minuano onde tive o prazer de conhecer e me tornar amiga. Amigos dos ginetes. Que Deus lhe receba na estância do céu. Sentimentos a Luíza
Mello Flores, sua filha”.

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS