Abaixo-assinado reivindica correção da proporcionalidade dos regimes de trabalho docente

0

(Foto: Ijeab / Freepik)
(Foto: Ijeab / Freepik)

Uma distorção no valor da hora trabalhada pelos professores da carreira do EBTT (Lei 12.772/2012) está criando uma situação de ilegalidade e inconstitucionalidade para os docentes: aqueles que trabalham nos regimes de 40 horas semanais em tempo integral e de 40 horas semanais com Dedicação Exclusiva (DE) estão recebendo por hora de trabalho um valor abaixo dos que trabalham no regime de 20 horas semanais.

Em virtude dessa situação, um abaixo-assinado eletrônico foi criado para solicitar ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) a correção dessa desproporcionalidade.

A solicitação está disponível online, nesse link. É possível fazer a assinatura do abaixo-assinado online ou vindo até a sede da associação assinar o impresso.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS