Saúde – Implantes sem corte, sem dor, mas com dentes imediatos

0

 

 

31-1024x682

 

Caroline Bortolas de Carvalho  e  Eduardo Bortolas de Carvalho* 

A Implantodontia é a especialidade da odontologia responsável por tratar pacientes com necessidades estéticas e funcionais que perderam desde um dente por trauma, fratura, doenças periodontal ou endodôntica, e, principalmente para amparar aqueles pacientes com múltiplas perdas dentárias. Também conhecidos como inválidos orais, estes, por serem usuários de próteses totais há muitos anos e terem como consequência o colapso das estruturas da face, necessitam de tratamentos mais complexos e prolongados, desde as reconstruções ósseas, passando pela instalação dos implantes, até a reabilitação com a prótese dentária.

Os implantes dentários funcionam como uma raiz dental artificial que irá substituir a raiz do dente perdido. Feito de titânio na forma de parafuso, ele será cirurgicamente instalado pelo implantodontista no osso mandibular ou maxilar do paciente, sob anestesia local. Após a análise cuidadosa do caso e, havendo indicação precisa, pode-se colocar um dente provisório imediatamente depois da instalação do implante, o que conhecemos como “CARGA IMEDIATA”. Caso a carga imediata não seja possível, o paciente aguarda um período de 4 a 6 meses para que possa ocorrer o que chamamos de osteointegração, que é a formação de tecido ósseo no entorno do implante, tornando-o imóvel e estável, pronto para receber as cargas mastigatórias.

1465281_546880072061528_2057406525_nQualquer pessoa pode receber um implante dentário, desde que sejam observados e avaliados alguns critérios de saúde e quantidade óssea, realizados através de exames laboratoriais e tomográficos solicitados pelo implantodontista. Em casos de pacientes jovens é necessário verificar o estágio de crescimento, para definir o melhor momento para receber o implante.

Hoje em dia com o avanço tecnológico das empresas ligadas a implantodontia e da evolução nas técnicas cirurgias, o implantodontista tem a possibilidade de CIRURGIAS GUIADAS. Através de uma tomografia computadorizada da arcada dentária do paciente, o dentista, com a ajuda de um software no computador, realiza a instalação dos implantes virtualmente na arcada do paciente. Após todo esse planejamento minucioso e a aprovação do tratamento junto ao paciente, os arquivos salvos do planejamento são enviados online para a empresa responsável. O guia cirúrgico confeccionado será utilizado na cirurgia de instalação dos implantes exatamente como ele planejou no computador, o que permite que o implantodontista realize a cirurgia SEM NENHUM TIPO DE INCISÃO NA GENGIVA E PONTOS. São feitos apenas pequenos orifícios, por onde o implante irá passar. Além desses benefícios, um maior conforto no pós-operatório do paciente e uma redução em mais da metade do tempo cirúrgico são outras vantagens desta técnica.

Uma análise prévia do paciente precisa ser muito bem feita para que a técnica tenha perfeita indicação e sucesso, sendo o profissional devidamente qualificado e credenciado a um sistema de cirurgia guiada. Com o advento desta técnica, acabou-se encorajando muitas pessoas a dispensarem as próteses móveis, e tornou-se possível o tratamento para os pacientes que tinham medo de se submeterem a uma cirurgia de implante dentário convencional, uma vez que, não há nenhum tipo de corte.

 

  • Autores:

Dra. Caroline Bortolas de Carvalho 

Especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial

Especialista em Implantodontia

CRO-RS 13.728

 

Dr. Eduardo Bortolas de Carvalho 

Especialista em Prótese Dentária

Mestre em Implantodontia

CRO-RS 14.809

 

Sommos Odontologia

Presidente Vargas 2355, sala 1303

Telefone: (55) 3219-3276

Santa Maria  – RS

SEM COMENTÁRIOS