Preservar é preciso, artigo do engenheiro agrônomo Gilberto Toniolo Deprá

0

Foto reprodução internet
Foto reprodução internet

 

Por Eng. Agr. Gilberto Toniolo Deprá

Os assuntos relacionados ao meio ambiente, como sustentabilidade e preservação ambiental têm sido sistematicamente debatidos em todos os meios científicos, acadêmicos e de comunicação.

Preservar o meio ambiente visa beneficiar não só a natureza, mas também o ser humano, pois torna possível a utilização dos recursos naturais de forma equilibrada, sem que eles se suprimam. É importante lembrar que não somos os únicos que habitam este planeta e muito menos estamos no topo da pirâmide, ao contrário, estamos intrinsicamente ligados aos outros seres e qualquer alteração nesta complexa cadeia nos afetará diretamente.

É, portanto, nossa obrigação buscar soluções para os diversos problemas relacionados aos impactos ambientais causados pelas ações antrópicas, como o desmatamento de florestas, poluição das cidades, do ar e de recursos hídricos como rios, lagos, lagoas e oceanos, além de atividades como a caça e a pesca predatória.

“Pequenas ações podem transformar o mundo”, e no que se refere ao meio ambiente, este frase é a mais pura verdade e nós, pais, professores e educadores, temos a missão de ensinar nossas crianças, de como podemos melhorar nosso planeta, preservando nossa própria existência.

A APUSM, por possuir em sua área um pequeno fragmento de mata nativa, a qual faz divisa com outra área também de mata nativa pertencente à congregação das Irmãs de Caridade do Colégio Coração de Maria, está engajada nesta luta. Estas duas áreas somam aproximadamente meio hectare, e por serem contiguas e bem preservadas, tornaram-se um local aprazível e de constante fluxo, principalmente da avifauna da região. Para que assim continue, os associados, que desejarem visitar o local para desfrutar de sua beleza, devem se envolver nos cuidados com a sua manutenção, como não promover cortes, dar destino correto ao lixo, mantendo o local limpo e agradável para todos. A APUSM e a natureza agradecerão estas ações.

A partir desta edição estaremos mostrando algumas das espécies de aves já identificadas que frequentam estas áreas, e que poderão ser observadas por todos os associados.         Convocamos também a todos que desejarem auxiliar na construção desta pagina, a enviar algum material sobre meio ambiente e/ou sustentabilidade, podendo fazê-lo pelo e-mail jornal@apusm.com.br.

Se preservar depende exclusivamente de nós, então devemos conhecer para respeitar, e então respeitando saberemos preservar. Prestigie nossa Associação.

 

 

Cardeal-do-sul

Foto: Gilberto Toniolo Deprá
Foto: Gilberto Toniolo Deprá

Tamanho: 18 cm.

Habitat: Campos abertos com vegetação esparsa, e bordas de matas.

Alimentação: Sementes e frutas.

            O cardeal-do-sul, ou simplesmente cardeal, é um dos mais belos representantes de avifauna gaucha. É uma passaro é  considerado como uma das aves símbolo do Rio Grande do Sul, especialmente por conta de sua valentia quando está defendendo seu território.

O contraste entre o branco de seu peito e ventre, seu dorso cinzento e o vermelho vivo presente em sua cabeça, topete e “babador” lhe confere uma beleza singular, que somadas ao seu canto sonoro, alto e melodioso, costuma emocionar os observadores, quando contemplados na natureza.

No entanto a beleza de seu canto, é também a razão pela qual muitos acabam sendo vítimas, tanto de apreciadores de pássaros canoros,  que os aprisionam em gaiolas, como pelo tráfico de animais silvestres, práticas condenáveis pela LEI N° 5.197, DE 3 DE JANEIRO DE 1967, que dispõe sobre a proteção à fauna silvestre e dá outras providências.

Na sede da APUSM este belo pássaro pode ser observado, pois frequentemente um casal e dois juvenis perambulam pelo espaço, a procura de alimentos, frequentando os comedouros onde são oferecidos grãos, sementes e  frutas para as aves, o que tem proporcionado momentos de muita satisfação aos aprecidores da arte de “passarinhar”.

Autores:

Gilberto Toniolo Deprá – Graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Santa Maria (1991), com graduação também no Curso de Programa de Formação de Professores para a Educação Profissional (PEG) (2013) e Pós Graduação em Geomática, subárea de Gestão Ambiental.

Autor do Livro: “Aves do Município de Itaara-RS”- Manual de campo (2015)

Atua principalmente nos temas referentes ao meio ambiente, como EIA- RIMA, gestão ambiental, passivo ambiental, Inventário e monitoramento da fauna silvestre, etc.

gilbertodepra@yahoo.com.br

https://www.flickr.com/photos/depra/

 

Lis Maria Brizolla Venturini – Graduada em Ciências Físicas e Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM-1983) e Curso de Especialização em Educação Ambiental na Universidade Franciscana de Santa Maria (UNIFRA, 2003). Professora do Ensino Municipal e Estadual em Santa Maria -RS.

Coautora do Livro: “Aves do Município de Itaara-RS”- Manual de campo (2015)

Atua como Bióloga, em atividades relacionadas ao levantamento e monitoramento de Fauna Silvestre.

venturinilis@yahoo.com.br

 

 

SEM COMENTÁRIOS