Associado APUSM entre os mortos na tragédia da Chapecoense

0

O professor Cobbato era associado APUSM desde 2010. Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal
O professor Cobbato era associado APUSM desde 2010. Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Com grande pesar que a Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM) participa o falecimento de seu associado, professor Raphael Correa Cobbato, ocorrido na madrugada desta terça-feira, dia 29, na cidade de Medellin, na Colombia.

O ex-professor de Fisioterapia do Centro Universitário Franciscano (Unifra), Rafael Corrêa Gobbato, 33 anos, é uma das 71 pessoas mortas no acidente do avião que levava a delegação da Chapecoense para a disputa da final da Copa Sul-Americana.

Gobbato é natural de Porto Alegre e se mudou para Santa Maria para ocupar o cargo de professor no Curso de da Unifra. Desde aquele ano, acumulou funções no Riograndense Futebol Clube até chegar à posição de vice-presidente, em 2015, durante a gestão de Lisete Frohlich.

Atualmente, o professor Raphael Cobbato desenvolvia suas atividades profissionais junto a Associação Chapecoense de Futebol e integrava a delegação que se dirigia a cidade de Medellin, na Colombia, para realização da partida de ida das finais do Campeonato Sul Americano de Futebol contra a equipe do Atlético de Medellin.

A direção, funcionários e associados da APUSM se solidarizam com os familiares do professor  Raphael Cobatto nesta hora de extrema dor.

SEM COMENTÁRIOS