Projeto Florais de Bach na APUSM. Palestra é nesta terça, às 16h

0

A professora Fátima Fátima Perurena estará na Associação no próximo dia 13, às 16h, ministrando uma palestra com oficina sobre Florais de Bach para associados, ou não. da APUSM
A professora Fátima Fátima Perurena estará na Associação no próximo dia 13, às 16h, ministrando uma palestra com oficina sobre Florais de Bach para associados, ou não. da APUSM

 

A Associação apresenta para seus associados um projeto de extensão coordenado pela professora Fátima Perurena, do Departamento de Ciências Sociais da UFSM,  voltado exclusivamente para professores aposentados. O objetivo principal é fazer atendimento onde se utilizam os Florais de Bach como terapêutica.

A medicina floral foi criada pelo médico homeopata Edward Bach ((1886-1936). Bach entendia que a medicina deveria tratar das verdadeiras causas das doenças, e que para ele não estavam no corpo físico.  Nesse sentido, Bach dirigia uma crítica tanto à biomedicina instituída (ou medicina dominante) quanto à própria homeopatia,indicando que tanto uma quanto outra tratavam, então do corpo físico. Era preciso ir adiante.

Bach entendia que a cura dos males dos seres vivos (lembrando que os florais são indicados para qualquer ser vivo, plantas e animais). Ele entendeu que a cura que ele buscava poderia estar na energia das flores. Com efeito, testando em si mesmo as essências que encontrava nas flores do País de Gales (seu local de nascimento), Bach chegou a um total de 37 essências, mais o Rescue – o floral das emergências.

As essências tratam do lado positivo do que está em desarmonia. Exemplo: se temos medo de altura tomamos Mimulus, a essência dos medos específicos.

Tratando de nossos problemas de entendimento sobre o mundo estaremos evitando possíveis doenças no campo físico, objeto não tratado, deliberadamente, por esta medicina. Todos nós, humanos, temos problemas de toda ordem, mas o que deve ser enfrentado é a forma como reagimos a eles. Se pudermos mudar nossa forma de reagirmos ao mundo, estaremos nos curando. Pode-se observar, através do nosso próprio comportamento, inclusive, que reagimos de forma diferente de outros ao nosso redor. Uns reagem com medo, outros com raiva, com ressentimento e assim por diante. É disto que os florais tratam. Do que nos causa sofrimento emocional e que pode se manifestar até no corpo físico.

Exemplo: muitas vezes temos uma determinada dor em alguma parte do corpo e  o médico não encontra as causas daquela dor. Podemos estar somatizando (trazendo para o corpo físico uma dor emocional), e aí os florais são bons remédios indicados.

A professora Fátima Fátima Perurena estará na Associação no próximo dia 13, às 16h, ministrando uma palestra com oficina sobre Florais de Bach para associados, ou não, que gostariam de conhecer mais sobre a terapeutica. E a partir do dia 22 de outubro haverá atendimento personalizado aos interessados, sempre na sede da Associação. Mais informações na secretária da APUSM.

 

26102012102038florais-de-bach

 

 

Projeto Florais de Bach na APUSM – Palestra e oficina:

– Professora: Fátima Fátima Perurena – Departamento de Ciências Sociais da UFSM

– Local: Salão Cultural da APUSM

– Dia: 13 de outubro

– Hora: 16h

SEM COMENTÁRIOS