Livros que li: “Sirenas en el campo de golf “, pelo Professor Aguinaldo Severino

0

A escritora
A escritora

 

Professor Aguinaldo Severino

Encontrei esse pequeno livro na Feira do Livro de Santa Maria, graças a Don Miguel, o diligente proprietário da livraria Calle Corrientes. São onze contos policiais da respeitada Patricia Highsmith (autora de “O talentoso Sr. Ripley”).

As histórias incluem o cardápio típico das histórias policiais: assassinatos, violência, segredos inconfessáveis, pitadas de psicologia selvagem, patologias bizarras, reviravoltas amalucadas que os fiéis leitor já antecipam desde as primeiras linhas.

Gostei particularmente de “Donde está la acción”, no qual as vidas de um fotógrafo e uma garota se entrelaçam quando ele por acaso captura uma imagem dela durante um assalto; “La romántica”, sobre uma garota que não consegue se envolver com os homens de sua cidade; “Un tiro desde ninguna parte”, no qual um rapaz em férias no interior do México se envolve num problema policial e “El mes más cruel”, onde uma solitária professora de línguas no interior francês imagina poder se relacionar com os escritores que admira através de cartas.

Os protagonistas das histórias são sempre desajustados, perdedores, solitários. As histórias são amargas, quase todas tristes, que não dão margem para a esperança ou remissão. São narrativas bem contadas e inventivas, das quais um sujeito só deveria se aproximar depois que já ter passado por sua boa cota de aborrecimentos (pois parecerão cruéis demais para um neófito da realidade deste mundo).

 

15A Literatura

*[início: 07/06/2015 – fim: 11/06/2015] “Sirenas en el campo de golf”, Patricia Highsmith, tradução de Márgara Averbach, Buenos Aires: Arte Gráfico Editorial Argentino (Grupo  editorial Norma / Clarín), 1a. edição (2011), brochura 13×20 cm., 328 págs., ISBN: 978-987-07-1184-1 [edição original: Mermaids on the Golf Course (London: William Heinemann / The Random House Group) 1985]

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS