Hospital da Unifra quer as alturas

0

Debate de alteração no plano urbanístico da cidade tem audiência pública hoje na Câmara

Maquetes mostram como ficará o Hospital da Unifra após ampliação (Arzeno Arquitetos Associados / Divulgação / A Razão)Maquetes mostram como ficará o Hospital da Unifra após ampliação (Arzeno Arquitetos Associados / Divulgação / A Razão)

Conforme o cronograma de tramitação do projeto de lei nº 8236, que institui o Projeto Setorial para a Implantação da Ampliação do Hospital São Francisco de Assis – Hospital da Unifra, a Comissão Especial por avaliar o texto promove hoje, às 19h, audiência pública na Câmara de Vereadores. O projeto de lei tem como objetivo alterar lei complementar modificando o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e Ambiental para permitir que a ampliação do complexo hospitalar seja vertical e não horizontal.

Em nota à imprensa, a assessoria jurídica do Centro Universitário Franciscano (Unifra) explica que a Rua Otávio Alves de Oliveira, no Bairro Nossa Senhora de Lourdes, divide as zonas 6 b e 17 c. Na primeira linha, não são permitidas edificações com mais de dois andares, enquanto no outro lado da rua, que está na Zona 17 c, não existe esta restrição.

A assessoria também esclarece que o Hospital São Francisco já possui autorização para ampliar a estrutura no plano horizontal. Contudo, a instituição ressalta que a ampliação de forma vertical (construçãode 6 andares) é mais indicada para o melhor funcionamento hospitalar. E, além disso, estará contribuindo para a preservação do meio ambiente, pois sobrará mais área verde.

PELA APROVAÇÃO

O presidente da Comissão Especial, Luiz Carlos Fort (PT), esclarece que o projeto de ampliação do Hospital da Unifra não estará em debate na audiência pública de hoje. O foco da reunião é discutir a alteração no Plano Diretor do município para permitir a verticalização do complexo de saúde. “Fora essa divisão de zonas, ou linhas do regime urbanístico, é possível faze alterações em áreas específicas. Queremos aprovar esta mudança no terreno do hospital. ”, explica o vereador.

A audiência será presidida pela Comissão Especial e técnicos da Prefeitura e da Unifra. Também participarão representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

 

Fonte: A razão.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS