​Por um futuro mais sustentável

0

Na tarde de quarta-feira (8) aconteceu o primeiro evento da Agenda Verde UFSM. No auditório do CT, o engenheiro Darci Barnech Campani palestrou durante cerca de duas horas e meia para um público de cerca de 40 pessoas – e com transmissão ao vivo da Multiweb – sobre o que tem sido implantado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em termos de gestão ambiental.

Sob coordenação da professora Martha Regina Lopes Tocchetto, o evento tem o intuito de discutir, sensibilizar e mobilizar a comunidade e a Comissão de Planejamento Ambiental da UFSM para a construção do Sistema de Gestão Ambiental (SGA). Essa estruturação visa compatibilizar a atividade acadêmica com a comunidade, em prol da construção de uma mentalidade mais sustentável, com mais qualidade de vida.

“Hoje, a nossa ação dentro da Instituição tem sido muito mais reativa do que proativa na questão ambiental, e o SGA vem para organizar todas essas atividades: planejar, monitorar, avaliar e estar constantemente se modificando para que essa atividade se dê dentro de um propósito de melhoria contínua”, reforça Martha.

Segundo o engenheiro Darci Campani, o sistema de gestão é importante para que os problemas ambientais sejam hierarquizados e resolvidos de forma decrescente de prioridade.

Palestra teve transmissão da Multiweb

“A UFRGS”, como explica o professor, “tem 250 laboratórios que geram resíduos químicos, 150 laboratórios que geram resíduos biológicos e mais 250 laboratórios que geram resíduos radioativos”. É necessário, então, que se crie um plano de gestão, para que esses resíduos sejam descartados de forma correta, sem prejudicar o meio ambiente.

O sistema foi implantado na UFRGS em 2007, e desde lá demonstrou, por exemplo, reduções consideráveis na produção de resíduos químicos.

É um processo lento, gradual e, mais importante, de mudança cultural. “As pessoas têm que começar a mudar”, afirmou. Darci defendeu ainda que não se pode mais formar estudantes dando a eles informações antigas, sem orientações ambientais que os façam manter o hábito de depositarem resíduos nas pias dos laboratórios. Para cada resíduo é necessário um cuidado específico.

“Venho trazer as experiências da UFRGS. Sabemos que a UFSM também tem as suas experiências, então, trocaremos os resultados, para que possamos comparar, apresentar melhorias possíveis para o SGA”, reforçou o palestrante.

O evento Agenda Verde UFSM acontecerá mensalmente, sempre nas primeiras semanas de cada mês. Em novembro, a palestrante será a engenheira Luciana Gomes, da Unisinos, primeira universidade do país a ser certificada pelo IS0 14001, o conjunto de normas que definem parâmetros e diretrizes para a gestão ambiental.

Fonte: Texto e fotos: Germano Molardi, acadêmico de Jornalismo, bolsista da Coordenadoria de Comunicação Social

SEM COMENTÁRIOS