​Três eventos simultâneos vão discutir ensino da linguagem e popularização da ciência

0

De 2 a 4 de setembro, três eventos paralelos vão proporcionar discussões sobre práticas de ensino e aprendizagem de linguagem, bem como a construção de conhecimentos sobre a conexão entre popularização da ciência, cultura, mídia, linguagem e educação. Promovidos em uma parceria entre a UFSM e a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), estes eventos são a 3ª Jornada de Multiletramentos, a 5ª Jornada de Popularização da Ciência e o 2° Encontro de Produção Textual. As atividades vão ocorrer no auditório do prédio 67 do campus de Santa Maria.

Jornada de Multiletramentos é um espaço para a divulgação e discussão de pesquisas e práticas pedagógicas e experiências docentes, voltadas à qualificação de profissionais da área da ciência da linguagem. A ênfase é em perspectivas teórico-metodológicas que fomentem a interdisciplinaridade, as inovações no ensino e na aprendizado da linguagem, assim como a redefinição dos papéis de aluno e professor.

Quanto à Jornada de Popularização da Ciência, a sua criação deve-se à realização de pesquisas bilaterais entre a UFSM e a Unisinos, por meio de dois projetos:

– “Divulgação Científica: Estratégias Retóricas e Organização Textual”, coordenado pela professora Maria Eduarda Giering, do curso de Letras da Unisinos;

– “Análise Crítica de Gêneros de Artigos de Popularização da Ciência”, coordenado pela professora Désirée Motta-Roth, do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas da UFSM.

O diálogo estabelecido entre os pesquisadores atuantes nestes dois projetos possibilitou a realização da 1ª edição da jornada, em 2010. Desde então, o evento é promovido anualmente, visando a discutir ações interdisciplinares implicadas na tarefa de popularização científica, e também a instrumentalizar professores do ensino básico, acadêmicos e pós-graduandos de Letras e Jornalismo.

Encontro de Produção Textual tem como foco a produção de textos no contexto escolar. A proposta do evento surgiu do diálogo de professores de língua portuguesa e artes de escolas de educação básica com os participantes do projeto Ateliê de Textos, coordenado pela professora Cristiane Fuzer, do Departamento de Letras Vernáculas da UFSM. O encontro configura-se em um espaço para discussões e trocas de experiências referentes ao trabalho com a escrita na escola, com o objetivo de propiciar um intercâmbio entre professores, pesquisadores e estudantes de graduação e pós-graduação envolvidos em atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Além do projetos citados, a realização dos três eventos simultâneos tem a participação do Laboratório de Pesquisa e Ensino de Leitura e Redação (Labler). O prazo para inscrever trabalhos encerra-se na próxima segunda-feira (18), enquanto que as inscrições para ouvintes seguem abertas até o dia 3 de setembro.

Entre os palestrantes confirmados, constam professores Universidade de Michigan (dos EUA), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Londrina (UEL), Centro Universitário La Salle (Unilasalle), e das universidades federais de Santa Maria (UFSM), do Rio Grande do Sul (UFRGS), do Tocantins (UFT) e do Rio Grande do Norte (UFRN). Na programação, constam conferências, mesas-redondas, minicursos e comunicações de trabalhos.

A programação completa, instruções para inscrição e outras informações estão disponíveis na página www.ufsm.br/lablerx.

Fonte: Assessoria UFSM.

SEM COMENTÁRIOS