Xadrez – Troca de comando no SMXC

1

 

Jorge Alberto Boabaid (direita da foto) passa o comando para Valdemir Albuquerque (centro da foto) que assume a presidência do SMXC. Ritzel segue no Departamento de Xadrez da APUSM. Foto captada durante a premiação da Final do campeonato Gaúcho de 2016, realizado na sede da Associação. Foto divulgação APUSM
Jorge Alberto Boabaid (direita da foto) passa o comando para Valdemir Albuquerque (centro da foto) que assume a presidência do SMXC. Ritzel segue no Departamento de Xadrez da APUSM. Foto captada durante a premiação da Final do Campeonato Gaúcho de Xadrez Absoluto de 2016, realizado na sede da Associação. Foto – APUSM

 

Valdemir Ribeiro Albuquerque é o novo presidente do Santa Maria Xadrez Clube (SMXC), entidade parceira da APUSM na promoções, realizações e desenvolvimento nesta modalidade esportiva em Santa Maria.

Ele tomou posse no último dia 3 de fevereiro, substituindo o general Jorge Alberto Duardes Boabaid, que depois de mais de quatro anos a frente do clube de enxadristas santa-mariense, passa o bastão de comando, mas permanece fazendo parte da administração do SMXC, agora como conselheiro.

“Este trabalho a frente do SMXC é somente uma retribuição que fiz, e continuarei fazendo, ao xadrez, depois de tantos amigos, viagens, ensinamentos e emoções que este esporte me proporcionou ao longo da minha vida”, comentou o ex-presidente do SMXC em conversa informal com o editor do Jornal da APUSM.

Ritzel, a então presidente da APUSM, Tania Moura da Silva e Jorge Alberto Boabaid, por ocasião do acordo de parceria entre a Associação e o Santa maria Xadrez Clube. Foto APUSM divulgação
Ritzel, a então presidente da APUSM, Tania Moura da Silva e Jorge Alberto Boabaid, por ocasião do acordo de parceria entre a Associação e o Santa Maria Xadrez Clube. Foto APUSM divulgação

E a lista de ações de Boabaid na presidência do clube são muitas e também bastante expressivas. Desde meados de 2014, quando assumiu a administração do clube, organizou e reestruturou a diretoria e conselheiros do SMXC; registrou a entidade, obtendo o tão sonhado CNPJ que proporciona o recebimento de patrocínios privados e financiamentos públicos para este esporte em Santa Maria; construiu uma parceria com a APUSM para promover e desenvolver o xadrez na cidade; além de deixar as bases da fundação, em breve, de uma escola de xadrez no Município com a parceria da APUSM, Prefeitura Municipal de Santa Maria e Ministério do Esportes.

Na promoção de torneios e campeonatos, os números durante o mandato do general Jorge Boabaid conseguem serem ainda mais significativos: promoveu e realizou, junto com a APUSM, duas finais do Campeonato Brasileiro de Xadrez Rápido, duas finais do Campeonato Brasileiro de Xadrez Blitz , duas finais do Campeonato Gaúcho de Xadrez Absoluto, quatro Torneios Abertos do Brasil, Copa APUSM 50 anos, Taça Aniversário do Município de Santa Maria, além de outros mais de 40 torneios regionais ou “caseiros”, como ele costuma dizer, ao longo destes últimos quatro  anos.

Em média, ele participou da realização de quase que uma competição por mês desde 2014, sendo que muitas delas com a participação de consagrados enxadristas destes lados do mundo.

Um bom exemplo do alto nível das disputas enxadrísticas realizadas em solo santa-mariense é o Torneio Aberto do Brasil – Aniversário de Santa Maria de 2015, que desde então é considerada como uma das competições oficiais mais fortes deste esporte realizadas na cidade. Participaram nada menos, nada mais, que um Grande Mestre Internacional, três Mestres FIDE, o então campeão brasileiro de Xadrez Rápido e cinco ex-campeões gaúchos absolutos, além do então campeão e de outros 57 destacados enxadristas vindos das mais variadas regiões.

Outro ponto de excelência na gestão de Boabaid a frente do xadrez santa-mariense foi o desenvolvimento do xadrez escolar, isentando menores de 18 anos e estudantes da taxa de inscrição de competições, promovendo a troca de experiência entre gerações, além de premiações separadas para estimular a categoria, assim como também ações similares para estimular o enxadrismo feminino da cidade.

Já como enxadrista, o Candidato a Mestre pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE), Jorge Alberto Boiabaid, levou o nome da cidade, como também do SMXC e APUSM, para torneios importantes e conceituados como o Campeonato Mundial de Xadrez Amador (Grécia), Campeonato Mundial de Veteranos, Aberto Internacional de Gibraltar, Copa Latina em Buenos Aires, Copa Intercontinental em Montevideo, Campeonato Brasileiro Amador, Campeonato Brasileiro de Veteranos e Floripa Chess Open entre outros tantos que não caberiam nesta página. Seu próximo grande desafio será o Mundial Amador que será realizado, em maio, na cidade de Gagliari, na Sardenha, Itália.

O resultado de todo este trabalho desenvolvido pelo ex-presidente, junto ao SMXC e a APUSM, foi uma volta maiúscula de Santa Maria como pólo enxadrístico estadual. E este crescimento esportivo, tanto na quantidade de novos enxadristas, como na qualidade esportiva, é o grande desafio que a nova diretoria do SMXC e o departamento de Xadrez da APUSM têm pela frente: solidificar e aumentar estes números de excelência.

E experiência é que não falta ao novo presidente do SMXC. Valdemir Albuquerque foi vice presidente na administração de Boabaid e um dos responsáveis pelo desenvolvimento do xadrez escolar nestes últimos anos na cidade, promovendo, em parceria com a Prefeitura Municipal, competições focadas em jovens de idade escolar.

Albuquerque já está em pleno trabalho para desenvolver a estratégia para os tempos futuros. “O nosso próximo passo é fortalecer o xadrez estudantil de Santa Maria, criando, a partir da parceria APUSM e SMXC, uma escola de xadrez para jovens. Mas não descuidaremos da promoção de torneios absolutos, até mesmo para uma troca de experiências entre estes jogadores mais veteranos com quem está iniciando neste esporte de ciência e arte”, enfatizou Albuquerque.

A direção da APUSM agradece ao general Jorge Alberto Durdes Boabaid pela parceria destes últimos anos, assim como a excelência do trabalho desenvolvido junto a Associação dos Professores no desenvolvimento e promoção deste esporte tão fascinante.

Com a parceria APUSM-SMXC, Santa Maria volta a fazer parte do calendário oficial do xadrez brasileiro, promovendo torneios e competiçoes com grande participação de enxadristas das mais diversas regiões do Mercosul. Foto Ass de Comunicação da APUSM
Com a parceria APUSM-SMXC, Santa Maria volta a fazer parte do calendário oficial do xadrez brasileiro e polo do enxadrismo gaúcho, promovendo torneios e competições com grande participação de enxadristas das mais diversas regiões do Mercosul. Foto divulgação Ass de Comunicação da APUSM

 

logo-apusm-registradadownload

1 COMENTÁRIO

  1. O primoroso texto do jornalista Ricardo Ritzel evidencia que temos em Santa Maria um clube de xadrez com tradição quase centenária. O fato de ser o segundo clube de xadrez mais antigo do Brasil deve de nos encher de orgulho ao mesmo tempo que nos deposita sobre os ombros imensas responsabilidades. A principal delas, de fazer parte de uma tradição que unifica os visionários do passado, os “heróis epônimos”, aos homens comuns que labutam no dia a dia ao nosso lado. O que faz com que sejamos a ponte entre os feitos gloriosos e as esperanças vindouras. Por isso, meus caros amigos e amigas, juntem-se a nós nesta caminhada e ajudem a manter a chama acesa. Chama que iluminará os nossos passos por mais 97 anos.

Comments are closed.