“O único caminho!”, uma crônica do presidente da OAB-SM, Péricles Palma da Costa

0

digitalizar0001

 

O único caminho!

 

Péricles Lamartine Palma da Costa*

José Mariano da Rocha Filho foi um visionário, um pioneiro e imprimiu essas qualidades na sua obra. O que parecera absurdo transformou-se em modelo. A primeira grande vitória na gênese da UFSM foi a campanha para anexar a faculdades do interior (Farmácia de Santa Maria e Direito e Odontologia de Pelotas) na Universidade de Porto Alegre, que então passou a denominar-se Universidade do Rio Grande do Sul.

Em 1948, Mariano da Rocha fundou a Associação Santa-Mariense Pró Ensino Superior, com a finalidade de mobilizar a população de Santa Maria e do Interior do Rio Grande em prol da criação da Universidade. Mariano considerava fundamental o envolvimento da comunidade e da sociedade na sua obra educacional e, nesse sentido, teve amplo apoio da imprensa da época, para o que certamente contou o fato dele próprio ser jornalista.

Em 1960, o projeto da Universidade Federal de Santa Maria foi aprovado pelo presidente Juscelino Kubsticheck. Estava dada a largada para a concretização do sonho da cidade universitária. Os recursos para a construção e funcionamento da universidade foram buscados com bravura junto ao governo estadual e federal e utilizados com um ímpar senso de empreendimento.

Quando o Reitor Mariano deixou o cargo de reitor, em dezembro de 1973, a UFSM possuía extensões em 14 cidades gaúchas, com 22 cursos superiores em funcionamento, e uma em Roraima. Pela importância de sua obra, José Mariano da Rocha Filho é considerado hoje um homem que viveu a frente de seu tempo, um gaúcho iluminado que mostrou ao Brasil que a Educação é o único caminho!

 

  • Péricles Palma da Costa é presidente da OAB-SM

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA